“Construindo resistência e esperança” – Nota sobre a greve dos professores das Universidades Federais do Ceará

ato10
Aquarela de autoria do Prof. Cláudio Rodrigues (UFC)

A Assembleia Geral dos Docentes das Universidades Federais do Ceará, realizada no dia 18 de novembro, decidiu pela deflagração de greve por tempo determinado, até dia 13/12, data em que está prevista no Senado Federal a votação final da PEC 55.

A assembleia anterior já havia aprovado o apoio à greve dos estudantes, deflagrada em 03/11, e às ocupações. Com os dois outros segmentos universitários em greve, estudantes e servidores técnico-administrativos, os professores agora reforçam o movimento contra as medidas antissociais do governo ilegítimo de Michel Temer.

Nacionalmente, vinte e sete universidades federais entram em greve esta semana. Mais de setenta estão ocupadas. O movimento de rejeição à PEC 55 e o sentimento de urgência crescem a cada dia nas universidades e na sociedade em geral. Continuar lendo

Anúncios

Nota de apoio à greve estudantil e às ocupações

img-20161117-wa0000

“Quando a tirania é lei, ocupação é ordem”

No dia 03 de novembro de 2016, mais de mil e quinhentos estudantes da Universidade Federal do Ceará lotaram a Concha Acústica numa demonstração de força e coragem para enfrentar o desmonte da educação pública, proposto pelo governo ilegítimo de Michel Temer através da PEC 241 (agora PEC 55 no Senado), da Reforma do Ensino Médio e da Lei da Mordaça. Naquele dia, estávamos, alguns professores, como espectadores e nos aglomeramos nas arquibancadas, animados com a diversidade de perspectivas apresentadas pelos jovens que discursavam. Aplaudimos e admiramos as convicções ali demonstradas. Continuar lendo

De lutas e esperanças

Temos vivido, nos últimos meses, rápidos e sucessivos ataques aos direitos conquistados ao longo do século XX. À proporção que tomamos conhecimento do teor das medidas do governo ilegítimo, acolhidas vergonhosamente pelo Congresso Nacional e o STF, nos convencemos da necessidade de intervirmos — de maneira coletiva e organizada — em decisões que afetarão nossas vidas por 20 anos. A Assembleia Geral do dia 11/10 aprovou o plebiscito sobre greve com um grande sentimento de urgência, deliberando também pela realização de reuniões setoriais nos vários campi, antes da votação.

A Diretoria da ADUFC não encaminhou as reuniões setoriais com os docentes, assim como também não se pronunciou sobre o ataque do STF ao nosso direito de greve, a poucos dias do plebiscito. Preparou a votação em completo silêncio e a realizou em meio a denúncias de irregularidades. Na assembleia de homologação (04/11), levou uma boa parte dos colegas a pensar que a não homologação do plebiscito significaria automaticamente deflagração da greve. Continuar lendo

Sim ao direito de greve!

Colegas professores,

Estamos chegando ao momento de um plebiscito sobre greve, a maioria de nós dividida entre a revolta e a apreensão. Revolta pelas medidas de retrocesso em toda a linha, que pretendem perpetuar a condição de desigualdade social e violência que tem sido a história de nosso país; apreensão pela dúvida sobre o momento ou a efetividade da greve contra um governo ilegítimo, agravada pela decisão do STF de recomendar o corte de salários de servidores públicos em greve. Faz parte da complexidade da situação que os mesmos motivos de apreensão acrescentem-se aos motivos de revolta. Continuar lendo

A MP 746/2016 e “Uma Ponte para o Futuro”

untitled1
Quino, na Agenda Quino 2015, EKU Producciones

por Idevaldo da Silva Bodião

(Professor Aposentado da Faculdade de Educação da UFC)

O caminho do crescimento, segundo o governo Temer

No segundo semestre de 2015, ao tempo em que conspirava, abertamente, com os olhos postos na cadeira presidencial, o PMDB, do atual presidente golpista, Michel Miguel Elias Temer Lulia (Lulia!?), divulgou dois documentos[1] onde antecipava o conteúdo da caixa de maldades que foi aberta no início da gestão. Lá estão apresentadas e reafirmadas as bases do, assim denominado, novo crescimento sustentável: o equilíbrio fiscal e a inserção do Brasil na economia globalizada, para além das exportações das commodities minerais e agrícolas. Continue lendo

Homenagem ao prof. José Albuquerque Rocha, da Faculdade de Direito da UFC

Por Newton Albuquerque (Faculdade de Direito – UFC)

O peso da ausência de pessoas queridas, amadas, desafia essa matéria etérea do tempo, pois o tempo parece estar gravado em nós. Contudo, torna-se ainda mais pronunciado quando além da perda privada de nosso amigo, mestre, a ausência presente ultrapassa-nos, atingindo muito além dos integrantes do círculo íntimo de familiares, amigos.  Afinal, Rochinha era daqueles “repúblicos”, que buscavam motivação naquilo que os gregos chamavam de vida comum, notadamente em relação a vida e destino dos trabalhadores, dos desprovidos, dos proletários. Continue lendo

ASSEMBLEIA DOS DOCENTES DA UFC NO DIA DE PARALISAÇÃO NACIONAL

fb_img_1474645763007

Na manhã de ontem (22 de setembro), dia de Paralisação Nacional, os jardins e o auditório da reitoria da UFC receberam, respectivamente, servidores técnico-administrativos e professores.

Num auditório completamente lotado de professores e alunos, vários colegas se pronunciaram a respeito da necessidade de permanente mobilização frente aos retrocessos impostos pelo governo ilegítimo porque golpista. Algumas falas apontaram isso com mais ênfase. Continue lendo