NÃO À REFORMA DA PREVIDÊNCIA

charge-latuff-temer_28-06-16

Caros/as colegas,

Enviamos, abaixo, alguns documentos sobre a reforma da previdência do governo Temer, uns mais detalhados, outros mais sucintos, todos muito esclarecedores, que nos alertam sobre o verdadeiro descalabro social que representa essa proposta. Quanto mais a conhecemos, maior nossa disposição de luta, mais urgente nosso protesto!

Reformar para excluir?” – Documento-síntese sobre a reforma da previdência (PEC 287/16), elaborado por diversos especialistas em economia, direito, proteção social e mercado de trabalho. Iniciativa da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (ANFIP), do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) e da Plataforma Política Social, o documento denuncia o caráter excludente da reforma da previdência proposta pelo governo, rebate as justificativas dadas para a proposta e apresenta alternativas para o equilíbrio financeiro das contas públicas. (Documento em pdf)

https://oppceufc.files.wordpress.com/2017/02/previdencia_doc_sintese.pdf

Trecho de documento sobre a reforma da previdência, no formato de perguntas e respostas, divulgado pelo próprio governo Temer. De fato, bastante elucidativo. Nele, vemos que não se trata de uma reforma, mas do fim da previdência social no Brasil. Há uma parte específica sobre o Regime Próprio de Previdência dos Servidores Públicos (RPPS).

http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/politica/noticia/2016/12/tire-suas-duvidas-sobre-a-reforma-da-previdencia-8638394.html

A professora Sara Granemann, da UFRJ, discute as estratégias do governo para convencer a sociedade sobre a necessidade de uma reforma que nega os direitos previdenciários dos mais jovens e das futuras gerações. Ela esclarece a lógica internacional da medida, que visa liberar fundo público para o capital, convertendo recursos garantidores de direitos sociais em aporte financeiro para os mercados. Também chama a atenção para aqueles países em que os trabalhadores defenderam de maneira aguerrida seus direitos, inclusive com revoluções, e têm conseguido manter melhores condições de previdência social.
http://portal.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=8648

Déficit da previdência é mito a ser derrubado, segundo economistas. O argumento falacioso do “rombo da previdência” é a principal estratégia do governo para convencer a sociedade a aceitar uma retirada de direitos sem precedentes na história brasileira.

http://www.redebrasilatual.com.br/economia/2016/07/para-economistas–previdencia-social-deficitaria-e-mito-a-ser-derrubado-6879.html

Nesta matéria, jornalistas do The Intercept apontam os interesses da previdência privada na PEC 287. Por Helena Borges e Vinícius Pereira.

https://www.brasildefato.com.br/2016/12/19/os-dois-lados-da-proposta-de-reforma-da-previdencia/

O artigo da professora Esther Dweck, do Instituto de Economia da UFRJ, mostra o projeto de país desigual por trás da reforma da previdência.

http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/blog-na-rede/2017/01/reforma-da-previdencia-aponta-novo-projeto-de-pais-sociedade-nao-solidaria

Como resposta à destruição da previdência social sob Temer, as centrais sindicais marcaram grande protesto para dia 15 de março. Os professores das instituições federais de ensino também participam do protesto e já se movimentam para a construção de um dia nacional de lutas.

http://www.redebrasilatual.com.br/trabalho/2017/02/centrais-confirmam-dia-de-protestos-contra-pec-287-em-15-de-marco

http://www.andes.org.br/andes/print-ultimas-noticias.andes?id=8661

FORA TEMER!

NÃO À REFORMA DA PREVIDÊNCIA – PEC 287/16!

GRANDE PROTESTO 15 DE MARÇO!

 Coletivo Graúna – Professores por uma educação democrática!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s